Universitários levam ações à praça central de Conselheiro Mairinck

As atividades rondonistas do município de Conselheiro Mairinck concentraram-se na praça central. A cidade recebe acadêmicos da Universidade Positivo (UP) e da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP). Foram desenvolvidas oficinas de artesanato e feira de saúde. Os acadêmicos ministraram atividades como a produção de meias-antiderrapantes, filtro dos sonhos e artesanato com garrafas de vidro. 

As atividades iniciaram com alongamentos para idosos e em seguida iniciou-se a produção da meias. A estudante de Odontologia, Mirella Bonczkoviski, da UP, aplicou a oficina e conta que a atividade é um complemento de conversas com idosos do município sobre como evitar quedas. "Durante uma conversa com os idosos, onde nós os orientamos a usarem meias-antiderrapantes, eles relataram o alto custo das meias. Por isso decidimos montar uma oficina onde ensinamos como tornar as meias comuns em antiderrapantes".

Ao longo da semana, em Conselheiro Mairinck, os rondonistas trabalharam temas relacionados a conflitos, drogas e sexualidade com crianças, adolescentes e professores. João Ribas, professor da UP e coordenador da equipe, conta que esse trabalho passou a ser desenvolvido a partir da demanda da cidade. "Quando chegamos ao município algumas oficinas foram recriadas e readequadas por conta das demandas da comunidade. Entre eles, a contenção de conflitos, com o intuito de integrar toda a população e debater os assuntos tanto com os alunos quanto com os professores".